Saltar para o conteúdo principal da página

Museu da Graciosa

O acervo do Museu da Graciosa é vasto e diversificado, incidindo na sua maioria sobre objectos ligados à etnografia local. Além desta coleção é de destacar as colecções de moedas, conchas, fotografias antigas e recentes, jornais e documentos vários.

Museu de ilha, criado em 1977 com a designação de Casa Etnográfica, foi inaugurado aos 6 de dezembro de 1983, num contexto político de valorização e proteção do património cultural açoriano. A partir de 1991, na sequência da reformulação orgânica dos museus subordinados à Direção Regional da Cultura, a Casa Etnográfica passou a designar-se Museu da Graciosa, assumindo, também, a partir dessa data, uma estrutura multipolar representativa do território. O museu integra a Rede Regional dos Museus dos Açores, tutelada pelo Governo Regional dos Açores. Do inicial granel, lagar e adega, testemunho de um passado agrário ligado à produção cerealífera e vitivinícola – hoje Núcleo sede -, o programa associou, sucessivamente, espaços e instalações de atividades determinantes no viver graciosense: os Barracão dos Botes Baleeiros de Santa Cruz, o Moinho de Vento das Fontes, o Barracão dos Botes Baleeiros da Praia, a Tenda de Ferreiro situada no Barreiro e a Casa das Debulhadoras, no Caminho do Meio, sendo os dois primeiros visitáveis. Para melhor concretizar a sua missão e a prossecução dos seus fins, que são a recolha, a conservação, a investigação, a exposição, a difusão da imagem e a publicação, no ano de 2009, procedeu-se à concretização do projeto de reprogramação e ampliação do Núcleo-sede, tendo a reabertura e inauguração ocorrido a 11 de dezembro de 2010.

Conteúdos da responsabilidade do museu

Contactos e
Localização

Tutela:
Direção Regional da Cultura dos Açores
Director(a):
Jorge António de Medeiros Borges e Cunha
Endereço:
Largo Conde de Simas, 17, 9880-345 Graciosa
GPS:
Lat: 39,085193231377346 Long: -28,0033363174133
Telf(s):
+351 295 712 429
Fax(s):
+351 295 732 427
E-mail:
museu.graciosa.info@azores.gov.pt

Estacionamento: Estacionamento em frente ao museu

Inverno (setembro-maio) - De segunda a sexta-feira das 9h00-12h30 e das 14h00 às 17h30

Sábado das 14h30 às 17h00.

Encerrado nos domingos e feriados.

Verão (junho-agosto) - De Segunda a sexta-feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00às 17h30;

Sábado das 14h30 às 17h00.

Encerrado nos feriados.

Ingresso

Ingresso normal - 1,00€

Isenções:

Gratuito para jovens com menos de 14 anos.

Descontos:

Grupos de 10 ou mais visitantes - 5,00€
Interjovem - 0,50€
Docentes, reformados com mais de 65 anos, jovens dos 15-25 anos
e cartão Jovem - 0,50€

Loja

Cafetaria

Exposições de longa duração e temporárias.

Sala de eventos sócio-culturais com 50 lugares.

Auditório municipal de 300 lugares

Centro de Documentação /Biblioteca

Atividades: visitas orientadas e comentadas, ateliês, palestras, teatro, recitais, roteiros culturais, entre outros.

• Roteiros do Museu e das exposições • Boletim do Museu (7 números editados desde 1986)• Desdobrável sobre o Núcleo-sede do Museu.

TM texto = IMC, museu não respondeu pedido de atualização

Última actualização: 14 Agosto 2014

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC