Saltar para o conteúdo principal da página

Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães

O Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães encontra-se instalado no edifício inicialmente conhecido por “Torre de S. Sebastião”. Foi mandado construir em 1900 por Jorge O’Neill segundo projeto do pintor Francisco Vilaça. Este edifício inserido na designada arquitetura de veraneio, de acentuado ecletismo, combina chaminés a recordar as dos palácios medievais, torres fortificadas, janelas ogivais, “arcadas manuelinas”, cúpulas de feição bizantina, varandas italianas e os nossos tão característicos alpendres minhotos. Esta combinação, de formas e estilos, recorre a elementos decorativos neo-góticos e neo-árabes, próprios do revivalismo Oitocentista de marcado gosto romântico. Em 1910 o edifício foi adquirido pelos Condes de Castro Guimarães que, em 1924, legaram em testamento ao povo de Cascais a sua casa, a “Torre de S. Sebastião”, os objetos de arte e livros, para nela se instalar um Museu Municipal e Biblioteca Pública para usufruto da população. O edifício está enquadrado pelo Parque Marechal e pela Capela de S. Sebastião que faz parte integrante do património edificado do Museu. O Museu abriu oficialmente em 1931 e, desde essa data, tem-se mantido regularmente aberto ao público, realizando diversas atividades de índole cultural e lúdico/pedagógicas destinadas a diferentes tipos de público.

O acervo do Museu-Biblioteca é essencialmente constituído por pintura portuguesa e estrangeira dos séculos XVII a inícios do século XX, escultura portuguesa e francesa do século XVIII ao século XIX, mobiliário nacional e estrangeiro dos séculos XVII ao século XIX e um conjunto de móveis indo-portuguesas do século XVII e peças lacadas chinesas do século XVIII/XIX.

Destaca-se, igualmente, o importante núcleo de ourivesaria com punções portuguesas, brasileiras e francesas dos séculos XVII ao XIX, porcelanas orientais, com várias peças armoriadas e ainda núcleos de têxteis, leques, vidros e cristais, de armaria, de peças egípcias, epigrafia, arqueologia, entre outros conjuntos de “objetos de vitrina”. Merece ainda referência o núcleo bibliográfico constituído por cerca de 2830 volumes, onde sobressai a Crónica de Dom Afonso Henriques de Duarte Galvão, obra do século XVI com iluminuras atribuídas a António de Holanda.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Cascais
Director(a):
José António Proença
Endereço:
Av. Rei Humberto II de Itália, Parque Marechal Carmona, 2750-319 Cascais
GPS:
Lat: 38,69203225084564 Long: -9,42130744708254
Telf(s):
+ 351 21 481 53 04/8/12
E-mail:
mccg@cm-cascais.pt
Site:
http://www.cm-cascais.pt/mccg/

Como chegar: Percurso - do Centro de Cascais (baía) à Guia
Comboios: Linha urbana de Lisboa - Cascais
Autocarros urbanos: Autocarro BusCas

Estacionamento: Parque de estacionamento da Marina de Cascais (frente ao Museu).

Acessibilidade: O piso térreo está acessível a todos os públicos. Por se tratar de um edifício histórico com escadas estreitas de caracol, os pisos 1 e 2 não estão acessíveis a visitantes de mobilidade reduzida.

Terça a sexta-feira das 10h00 às 17h00. Sábado e domingo das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00. 

Encerra à segunda-feira e feriados.

Ingresso

Gratuito

Loja

Centro de documentação / biblioteca - Área(s) de especialização temática: Biblioteca histórica do Conde de Castro Guimarães; História, História da Arte e Artes Decorativas; Genealogia.

 Responsável: Maria Cristina Gonçalves; Tel.: + 351 214 815 923

Serviço Educativo

 Responsável: Ana Isabel Brás; Tel: + 351 214 815 304

 Atividades:

- Visitas orientadas temáticas e/ou de índole geral;

- Ateliers, concertos e recitais;

- Conferências, palestras, cursos e representações teatrais.

- “Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães; - “A colecção de Ourivesaria do Museu Condes de Castro Guimarães” da autoria de Leonor d’Orey. - ”A colecção de Mobiliário do Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães” da autoria de José António Proença; - Catálogo da exposição: ”Cascais de Carlos Bonvalot”.

- "Counts of Castro Guimarães Museum-Library, Guide"

Actualizado em 3 de Junho de 2014, informação fornmecida pelo museu em 2 de Dezembro de 2013

Última actualização: 25 Fevereiro 2015

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC