Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Arqueológico do Carmo

As coleções do Museu Arqueológico do Carmo caracterizam-se pelo seu ecletismo. Predominam as coleções de escultura em pedra, numa cronologia que se estende da época romana ao século XIX (escultura funerária, devocional, pedras de armas, decorativa, epigráfica, etc.). Têm ainda especial relevo as coleções de artefactos da Pré- e Proto-História; cerâmicas e estatuetas Pré-Colombianas, bem como duas múmias peruanas; azulejaria hispano-árabe e barroca. Em reserva, e ainda sem possibilidade de integrarem a coleção permanente, uma importante coleção de faianças e porcelanas portuguesas e francesas, bem como estudos em gesso de escultura e epigrafia.

O Museu Arqueológico do Carmo, instalado nas Ruínas da antiga Igreja do Carmo, foi fundado em 1864, um ano após a fundação da Associação dos Arqueólogos Portugueses, constituindo-se como o primeiro Museu português de Arte e Arqueologia.

Respondeu, inicialmente, ao desejo e empenho do seu fundador, Joaquim N. Possidónio da Silva. Procurou-se, então, salvaguardar obras de arte que se encontravam ao abandono e em risco de destruição nos mosteiros e conventos portugueses, após a extensão das Ordens Religiosas (1834). Foi também seu objetivo criar um museu didático, para o que mandou fazer réplicas de peças de escultura e arquitetura, através das quais o público poderia ter conhecimento sobre a evolução e principais criações das diferentes civilizações, ao longo dos tempos, criando também, para isso, uma biblioteca especializada. Desde então, outras coleções deram entrada no Museu como a coleção Pré-colombiana, artefactos pré-históricos, provenientes de diferentes escavações.

Entre 1997 e 2001, a Associação dos Arqueólogos Portugueses procedeu à total remodelação do Museu e da sua exposição permanente, procedendo-se a intervenções de conservação e restauro e dotando-a de estruturas de exposição modernas, iluminação adequada e legendagem bilingue. Abriu-se um espaço de Livraria/Loja e criou-se o Serviço Educativo.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Associação dos Arqueológos Portugueses
Director(a):
José Morais Arnaud
Endereço:
Largo do Carmo, 1200-092 Lisboa
GPS:
Lat: 38,7118221 Long: -9,140450699999974
Telf(s):
+ 351 213 478 629
Fax(s):
+ 351 213 244 255
E-mail:
secretaria@arqueologos.pt
Site:
http://www.museuarqueologicodocarmo.pt/

Comboios: Estação Rossio
Autocarros urbanos: 58 e 100
Eléctricos: Elevador: Santa Justa
Metro: Baixa-Chiado

Estacionamento: Próximo do museu

Ingresso

Bilhete normal: 3,50€

Isenções:

Menores de 14 anos

Descontos:

Maiores de 65 anos e estudantes: 2,50€
Visitas Guiadas: 5,00€

Acolhimento

Receção e Livraria/Loja

Exposição permanente Arqueologia, Arte

Centro de documentação/Biblioteca

Auditório com 50 lugares

Atividades: visitas orientadas, ateliês pedagógicos e visitas-jogo. Destinam-se a grupos escolares, grupos organizados, famílias e a quaisquer outros grupos interessados em visitar o museu.

Responsável: Rita Pires dos Santos

Contacto: serv.edu.aap@mail.telepac.pt  

• Museu Arqueológico do Carmo. Roteiro da Exposição Permanente, 2002 (também disponível em inglês) • Ruínas da Igreja do Carmo e Museu Arqueológico, 2002 (brochura, também disponível em castelhano, francês e italiano) • Museu Arqueológico do Carmo. Sketchbook (no prelo) • Construindo a Memória. As Colecções do Museu Arqueológico do Carmo (no prelo)

TM 17junho14 = site IMC pq museu não respondeu atualizações

Última actualização: 17 Abril 2017

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC