Saltar para o conteúdo principal da página

Casa-Museu Teixeira Lopes

No centro de Gaia o visitante encontra a casa-atelier de António Teixeira Lopes (1866-1942), um dos maiores escultores portugueses de todos os tempos. Neste espaço, para além da sua notável produção escultórica, podemos conhecer os cenários íntimos da sua vivência e contemplar um importante espólio de Artes Decorativas e de Pintura Portuguesa – revelador das tendências da época e da sensibilidade estética do Mestre. Nas galerias está patente a obra do escultor Diogo de Macedo (1889-1959) e a sua significativa colecção de arte destacando-se, pela qualidade plástica, o núcleo de Pintura Modernista e, pela raridade, o núcleo de Arte Negra. A existência de uma sala destinada a exposições temporárias é um convite para o público visitar este espaço com frequência e curiosidade.

A construção do edifício onde está instalada a Casa-Museu Teixeira Lopes teve início nos finais do século XIX e foi seu arquitecto José Teixeira Lopes, irmão do patrono da casa. Foi nesta casa que o Mestre António Teixeira Lopes (1866-1942) habitou e trabalhou no seu atelier, tendo sido doada à Câmara Municipal de Gaia e aberta ao público como Casa-Museu em 1933. 

Na Casa-Museu Teixeira Lopes estão expostas as obras de maio relevo de António Teixeira Lopes, onde se incluem exemplares de escultura monumental (A Verdade, Flora), tumular (História, Caridade, Dor e Túmulo de Almeida Garrett), arquitetónica (Portas da Candelária), de vulto (A Viúva, Caim e Ofélia) e de carácter religioso (Rainha Santa Isabel e Santo Isidoro). 

Da sua coleção particular consta um espólio rico em Artes Decorativas com coleções de mobiliário, têxteis, vidros, ourivesaria, cerâmica, etc. Salienta-se a excelência da galeria de pintura do Mestre Teixeira Lopes, que permite conhecer as sensibilidades estéticas e os gostos do artista, como também possibilita percorrer nomes sonantes e determinantes para a compreensão da pintura portuguesa: Alfredo Keil, António Carneiro, António Ramalho, Aurélia de Sousa, Domingos Sequeira, Henrique Pousão, João Vaz, José Malhoa, Silva Porto, Sousa Pinto, Vieira Lusitano, Vieira Portuense, entre outros. 

Nas Galerias Diogo de Macedo, inauguradas em 1975, está patente a obra do Escultor Diogo de Macedo (1889-1959) e a sua significativa coleção de arte, destacando-se, pela qualidade plástica, o núcleo de Pintura Modernista com obras de Amadeu Sousa Cardoso, Almada Negreiros, Dórdio Gomes, Francisco Franco, Júlio Pomar entre outros e, pela raridade, o núcleo de Arte Negra. 

Da sua coleção de Artes Decorativas, destacam-se valiosos exemplares de mobiliário, marfins indo-portugueses (sécs. XVII-XVIII), porcelanas brancas da dinastia Quing e figuras e presépio atribuídas às oficinas de Machado de Castro (séc. XVIII). 

A existência de uma sala destinada a exposições temporárias é um convite para o público visitar este espaço com frequência e curiosidade.

Núcleos

Galerias Diogo de Macedo 

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC.

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal Vila Nova de Gaia
Endereço:
Rua Teixeira Lopes, nº 32 – 4400-320 Mafamude Vila Nova de Gaia
GPS:
Lat: 41,128638 Long: -8,611351499999955
Telf(s):
+351 22 375 12 24, +351 91 103 18 13
Fax(s):
+351 223 702 095
E-mail:
casamuseuteixeiralopes@cm-gaia.pt
Site:
http://www.cm-gaia.pt/

Comboios: Estação Devesas ou General Torres
Autocarros urbanos: STCP 904 - 905
Metro: Linha D (Amarela) – Câmara de Gaia

Estacionamento: Estacionamento: Parque Municipal - Rua Pinto Mourão. Lugar de estacionamento para deficientes: Rua Teixeira Lopes.

Acessibilidade: Elevador e plataformas nas escadas

Terça-feira a Sexta-feira – 9h00/12h30 – 14h00/17h00

Sábados – 9h00/12h00 – 14h00/17h00

Domingos e Feriados: 10h00/12h00 – 14h00/17h00

Encerra ao público:

Segunda-feira e feriados:1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de Maio, 24 de Junho, 1 Novembro e 25 de Dezembro.

Nota: Última entrada 1 hora antes do encerramento. Aos fins-de-semana e feriados, sempre que estejam a decorrer exposições temporárias, as visitas guiadas à exposição permanente da Casa-Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo, realizam-se apenas e sob marcação prévia, da parte da manhã.

Ingresso

Entrada gratuita.

Loja

Livraria

Salão Nobre Casa-Museu – 70 lugares. Equipamento técnico disponível: projector de vídeo e de diapositivos

Visitas guiadas especializadas à exposição permanente e às exposições temporárias mediante marcação prévia.

Catálogo “Expressões artísticas no tempo de Garrett”, Casa-Museu Teixeira Lopes, 1999

Catálogo “Brasil, Teixeira Lopes e as Portas da Candelária” Casa-Museu Teixeira Lopes, 2000

    Catálogo “ Teixeira Lopes e a Verdade: sobre a nudez crua da verdade, o manto diáfano da fantasia”, Casa-Museu Teixeira Lopes, 2000

      Catálogo “Cerâmica de Gaia”, Casa-Museu Teixeira Lopes, 2001

      Actualizado em: 21 março 2014; 15 novembro 2016

      Última actualização: 15 Novembro 2016

      Rede Portuguesa de Museus

      A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

      A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

      + Monumentos e Museus DGPC