Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Encontros e Debates Até 3 de março de 2022

Ciclo Mulheres Pintoras no Mundo Ibero-Americano 2021-2022 Próximo: 16 setembro - "O Surrealismo Feminino no México." Teresa Lousa

Decorre no Museu Nacional de Arte Contemporânea, em Lisboa o Ciclo de palestras Mulheres Pintoras no Mundo Ibero-Americano 2021-2022
Até ao início do século XX ainda se esperava das mulheres uma arte delicada e sentimental, envolvida com a esfera íntima do lar. O trabalho artístico feminino era considerado amador, mais ainda no espaço ibero-americano onde a cultura predominantemente católica contribuiu para que se esperasse da mulher apenas o papel de mãe e esposa. No campo artístico, as barreiras que confinavam as mulheres a uma 'arte na intimidade do lar' apenas foram efectivamente rompidas a partir da segunda metade do século XX, mas em termos de crítica, uma atitude paternalista e discriminatória ainda permaneceu. Este Ciclo visa destacar Pintoras que foram especialmente actuantes no Mundo Ibero-Americano e que ao longo dos séculos, do Renascimento tardio aos nossos dias, contribuíram para diminuir o preconceito de género e pôr fim a uma série de estereótipos no mundo das artes.
 
Periodicidade:
Mensal - 8 Sessões
Cada sessão terá duração de 1 (uma) hora: 5 minutos de apresentação; 45 minutos para a Palestra e 10 minutos para responder a questões do público.

Programa:

2021

16 setembro: O Surrealismo Feminino no México. Teresa Lousa (CHAM, FCSH, Universidade NOVA de Lisboa e FBAUL - CIEBA)
14 outubro: A minha pintura é uma escrita - o caso Viera da Silva. Maria Luísa Ribeiro Ferreira (CHAM, FCSH, Universidade NOVA de Lisboa e Centro de Filosofia, FLUL)
4 novembro: Mily Possoz, artista profissional. Emília Ferreira (MNAC - IHA/ FCSH/ NOVA - CIEG/ISCSP- UL)
2 dezembro: Sarah Affonso. Ana Vasconcelos (Gulbenkian - CAM, FCG)

2022

13 janeiro: As Mulheres da Tapeçaria Contemporânea Portuguesa. Ana Maria Gonçalves (FLUL)
17 fevereiro: Pintoras Brasileiras da Geração de 60-70. José Mikosz (UNESPAR; CHAM, FCSH,Universidade NOVA de Lisboa e FBAUL - CIEBA)
3 de março: "Aurélia de Sousa", Raquel Henriques daSilva (IHA/ FCSH/ NOVA)
Organização:
Teresa Lousa / Linha História das Mulheres e do Género Grupo de Investigação - Cultura, História e Pensamento Ibéricos e Ibero-americanos. CHAM/ MNAC/ DGPC
Local:
Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, Lisboa