Saltar para o conteúdo principal da página

Exposições Até 31 de janeiro de 2021

Villas e Jardins dos Medici na Toscana

O Instituto Italiano de Cultura de Lisboa e o Palácio Nacional da Ajuda apresentam a Exposição fotográica Villas e Jardins dos Medici na Toscana, organizada em colaboração com a Região Toscana em Itália.

A exposição, patente na sugestiva Capela do Palácio Nacional da Ajuda, até 31 de janeiro de 2021, propõe o complexo Villas e Jardins dos Medici na Toscana, que faz parte da Lista dos Bens Culturais e Naturais do Património Mundial da UNESCO constituído por 14 vilas e jardins da família Medici situados na Toscana, região que foi a sua pátria e sede da Signoria que tem o seu nome.

A exposição, concebida pelo IIC de Lisboa juntamente com a Região Toscana, foi criada e transposta graficamente, enriquecida também por uma investigação de conteúdos, pelo ilustrador Paolo Marabotto.
Das 36 propriedades dos Medici registadas, apenas 14, escolhidas pela sua representatividade, entraram na Lista de Património Mundial, pela sua aclamada relevância cultural, artística e paisagística determinada por uma autenticidade e uma integridade funcional, estrutural e visual de exceção.

Neste complexo figuram os bens hereditários de Cafaggiolo e Trebbio, que pertenciam aos Medici desde o século XIV. Seguem-se a Villa de Careggi comprada em 1417, a de Fiesole de 1458, Castello de 1477, Poggio a Caiano iniciada em 1479, Petraia de 1544, o Jardim de Boboli de 1550, Cerreto Guidi de 1555, Seravezza de 1561, Pratolino de 1568, Magia de 1584, Artimino de 1593 e, por fim, Poggio Imperiale de 1622.

Organização:
PNA/DGPC; Instituto Italiano de Cultura de Lisboa; Região Toscana em Itália
Local:
Capela do Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa