Saltar para o conteúdo principal da página

Exposições Prolongada até 28 de abril

Refracções Camonianas em Artistas do Século XXI - Ut Poesis Pictura

Foi prolongada até 28 de abril de  2021, no Museu Nacional Machado de Castro, em Coimbra a exposição Refracções Camonianas em Artistas do Século XXI - Ut Poesis Pictura.

Camões, como mito vivo da cultura lusíada e autor cimeiro do cânone nacional, originou esta singular convocação a 20 artistas plásticos para manifestarem em obra original facetas do seu diálogo com o legado camoniano.

A exposição é uma organização do Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos (CIEC), MNMC e Câmara Municipal de Coimbra.

Nas palavras da curadora e investigadora do CIEC, Maria Bochicchio, “a consideração dos nexos que a nossa contemporaneidade artística estabelece com as grandes figuras da tradição cultural constitui questão nuclear na compreensão atual da criação estética”. Foi este o ponto de partida para o convite feito a um grupo “altamente representativo” de artistas plásticos.

Esta exposição é também uma forma de prestar homenagem a três criadores que recentemente nos deixaram: Nikias Skapinakis, Júlio Pomar e José Rodrigues. “Refracções Camonianas” 

Artistas representados:

1- Albuquerque Mendes

2- António Olaio

3- Arlindo Silva

4- Cabrita

5- Francisco Laranjo

6- Fernando Marques de Oliveira

7- Graça Morais

8- José Maçãs de Carvalho

9- Sobral Centeno

10- José Rodrigues

11- Júlio Pomar

12- Levi Guerra

13- Lu Lessa Ventarola

14- Manuel Casimiro

15- Nikias Skapinakis

16- Pedro Calapez

17- Pedro Pousada

18- Pedro Proença

19- Rui Sanches

20- Zulmiro de Carvalho 

Organização:
CMC | MNMC/DGPC | CIEC - UC
Local:
Museu Nacional Machado de Castro, Coimbra