Saltar para o conteúdo principal da página

Apresentações/ Lançamentos 15 de novembro, às 15h00

Apresentação da maquete do Palácio de Nacional de Mafra

No âmbito da exposição Do Tratado à Obra. Génese da Arte e da Arquitetura patente no Palácio Nacional de Mafra, a maquete do Real Edifício de Mafra, será apresentada ao público dia 15 de novembro de 2018, pelas 15h00, encerrando o ciclo de comemorações do tricentenário do lançamento da primeira pedra.

A apresentação terá lugar na Sala do Trono do Palácio Nacional de Mafra.

Às 15h45 haverá uma visita à exposição.

A MAQUETE DO REAL EDIFÍCIO DE MAFRA

Como meio de assinalar a celebração dos 300 anos do lançamento da primeira pedra fundacional do Real Edifício de Mafra, a Direção-Geral do Património Cultural e o Palácio Nacional de Mafra desenvolveram a exposição “Do Tratado à Obra – Génese da Arte e Arquitetura no Palácio de Mafra”, bem como o respetivo catálogo, refletindo sobre as bases teóricas e práticas que permitiram a elevação de um dos mais extraordinário monumentos do Barroco europeu.

Antecipando a construção de uma maquete contemporânea foi necessário desenvolver um conjunto de observações e medições, procedendo-se ao levantamento fotogramétrico e varrimento laser tridimensional, levado a cabo pelo Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design (CIAUD), da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, permitindo, desta forma, uma minuciosa medição e transcrição gráfica de todos os componentes das fachadas do Real Edifício, bem como da sua forma arquitetónica.

Deste rigoroso levantamento partiu-se para a construção da maquete, nas oficinas de Manuel Gaspar, Maquetes, Lda., cujo detalhe e rigor exigiu a complementaridade de recursos tecnológicos e de perícia manual, gerando uma peça notável e essencial à boa compreensão do monumento por parte de investigadores e visitantes.

A maquete do Real Edifício de Mafra é um dos símbolos da celebração dos 300 anos do lançamento da primeira pedra, constitui-se como uma peça de valor para o futuro e é, em si mesmo, um objeto precioso, cuja execução só foi possível graças ao generoso apoio mecenático da Fundação Millennium BCP, instituição que se tem demarcado no panorama cultural português como um importante agente de criação de valor na sociedade, valorizando o Património, a arte e o diálogo cultural.

 

Organização:
PNM/DGPC
Local:
Palácio Nacional da Mafra