Skip Navigation

Projeto ROSSIO - Ciências Sociais, Artes e Humanidades

Infraestrutura ROSSIO - Ciências Sociais, Artes e Humanidades

O que é?

O ROSSIO é uma infraestrutura portuguesa de investigação de referência para as Ciências Sociais, Artes e Humanidade, integrada no Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico para 2014 – 2020, coordenada pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas / Nova, sendo responsável pelo desenvolvimento do mesmo Amélia Aguiar Andrade, do Departamento de História.

Objetivo

Tem como objetivo principal a criação e alimentação de uma plataforma de divulgação de conteúdos digitais de qualidade e de acesso aberto, que contribuirá para a excelência e a internacionalização da investigação.

Parceiros

A Infraestrutura reúne, em consórcio, um número ímpar de prestigiadas entidades - a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, a Direção-Geral do Património Cultural, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Município de Lisboa, e o Teatro Nacional D. Maria II – as quais irão disponibilizar um conjunto de documentação autêntica representativa da riqueza, património cultural, diversidade, história e sociedade portuguesa.

Financiamento

Financiamento de cerca de 4,8milhões de euros, no quadro do Programa Operacional Regional de Lisboa, apoiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.O./MCTES, através de fundos nacionais (PIDDAC), sob o projeto n.º 22139 – Infraestrutura Rossio – Ciências Sociais, Artes e Humanidades, cabendo à DGPC a verba de 697.302,00€. 

A DGPC no Projeto ROSSIO

Durante estes três anos, a DGPC irá contar com uma melhoria dos seus meios tecnológicos e de recursos humanos, visando a fusão e a otimização dos dois sistemas de inventário de património arquitetónico existentes na instituição, permitindo a difusão de parte dos seus arquivos e bases de dados a uma maior escala e segundo uma estrutura de metadados comum às instituições que integram o projeto, em linha com padrões internacionais e enriquecidos com informação inter-relacionada e contextualizada.

Recrutamento

Entre  12 a 25 de fevereiro de 2019 (10 dias úteis), encontra-se aberto período de candidaturas para atribuição de 5 (cinco) Bolsas de Investigação no âmbito do Programa Operacional Regional de Lisboa, apoiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P., através de fundos nacionais (PIDDAC) no âmbito da Infraestrutura ROSSIO – Ciências Sociais, Artes e Humanidades (projeto n.º 22139), pode consultar os detalhes da oferta nos seguintes links:


1 (uma) Bolsa para Doutor (Arquitetura)

Lista de Admitidos e Excluídos 

Lista de Classificação Final

Lista de Classificação Final Homologada


1 (uma) Bolsa para Doutor (Arqitetura Paisagista)

Lista de Classificação Final

Lista de Classificação Final Homologada


1 (uma) Bolsa para Doutor (História da Arte)

Lista de Admitidos e Excluídos 

Lista de Classificação Final

Lista de Classificação Final Homologada


2 (duas) Bolsas para Mestre (Ciências da Informação, da Documentação e Arquivística)

Lista de Admitidos e Excluídos 

Lista de Classificação Final

Lista de Classificação Final Homologada


Para mais esclarecimentos contactar +351 213 614 235


Ficha de projeto