Skip Navigation

Casa do Despacho da Venerável Ordem Terceira de São Francisco, incluindo o seu recheio - detalhe

Designação

Designação

Casa do Despacho da Venerável Ordem Terceira de São Francisco, incluindo o seu recheio

Outras Designações / Pesquisas

Casa do Despacho da Venerável Ordem Terceira de São Francisco / Cemitério da Ordem Terceira(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localization

Divisão Administrativa

Porto / Porto / Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória

Endereço / Local

Rua do Infante D. Henrique
Porto

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

World Heritage

-

General Description

Nota Histórico-Artistica

Obra de Nicolau Nasoni, por encomenda da Mesa da Ordem de São Francisco, a construção foi francamente rápida, tendo decorrido em apenas três anos (1747-1749), embora alguns indicadores apontem para uma conclusão mais tardia, já em 1752. O projecto então levado a cabo contou com a colaboração de nomes marcantes da arte barroca do Porto, não apenas com o concurso de Nasoni, mas com o de José Martins Tinoco, responsável pela pintura do tecto da Sala do Despacho, datado de 1748, e com o de José Teixeira Guimarães, que executou o retábulo. O cemitério, que acompanhou a construção do imóvel, foi a última parte a ser concluída, tendo sido responsável o pedreiro António da Silva Carvalho.
A Casa do Despacho segue uma tipologia de edifício em dois pisos, de planta rectangular, ocupando as salas principais o segundo piso. Particularmente marcante, é a Sala das Sessões, com tecto pintado e retábulo e outras pinturas avulsas dispostas nas paredes. O tecto, de planta octogonal, é formado por caixotões e inclui incrustrações de talha. Um terceiro piso, subterrâneo, foi destinado a cemitério da Ordem, que serviu durante pouco tempo, até ser substituído por outro, na viragem para o século XIX.
PAF

Images

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal: Cidade do Porto

Local

-

Data

-

Autor(es)

-