Skip Navigation

Capela das Almas, também denominada «Capela de Santa Catarina» - detalhe

Designação

Designação

Capela das Almas, também denominada «Capela de Santa Catarina»

Outras Designações / Pesquisas

Capela das Almas de Santa Catarina / Capela de Santa Catarina / Capela das Almas(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Capela

Inventário Temático

-

Localization

Divisão Administrativa

Porto / Porto / Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória

Endereço / Local

Rua de Santa Catarina
Porto

Número de Polícia: 426428

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 45/93, DR, I Série-B, n.º 280, de 30-11-1993 (ver Decreto)

ZEP

Parecer de 12-11-2008 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. a propor a revisão da ZEP proposta
Proposta de 1-07-2008 da DRC do Norte para a ZEP conjunta (Cap. Almas, Ed. Obras Públicas, Coliseu do Porto, Café Magestic, Ig. Sto. Ildefonso, Cinema Batalha)

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

World Heritage

-

General Description

Nota Histórico-Artistica

Construída em inícios do Século XVIII, trata-se de um edifício que exibe uma grande simplicidade.
A porta, emoldurada e rematada por um frontão circular interrompido, abre-se ao centro da fachada principal. Sobre a porta existe um janelão também rematado por um frontão circular, onde podemos ver um vitral representando as almas, executado no terceiro quartel do século XIX, da autoria do pintor Amândio Silva. No tímpano está um brasão bipartido com os atributos de São Francisco e de Santa Catarina, inserido numa cartela rematada por uma coroa fechada.
A torre sineira de dois andares ergue-se à esquerda separada por uma pilastra e coberta por uma cúpula encimada por uma cruz em ferro.
O altar-mor e os altares da nave apresentam já características neoclássicas, sendo dedicados a S. João e a Nossa Senhora da Conceição, à esquerda e Nossa Senhora de Fátima, Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Dores, à direita. O retábulo do altar-mor que representa a Ascensão de Cristo é da autoria do pintor Joaquim Rafael.
No ano de 1801 a capela sofreu obras de ampliação e restauro que lhe modificaram o estilo original e, em 1929 as fachadas foram inteiramente revestidas a azulejos que imitam os do século XVIII. Nestes painéis azulejares historiados, azuis e brancos, da autoria do ceramista Eduardo Leite e executados na fábrica "Viúva Lamego" em Lisboa, estão representados passos das vidas de Santa Catarina e de São Francisco de Assis. Curiosamente, o autor misturou cenas da vida de Santa Catarina de Siena com as da virgem e mártir, Santa Catarina de Alexandria, que se destaca na fachada principal.
SML

Images