Skip Navigation

Forte da Barra de Aveiro - detalhe

Designação

Designação

Forte da Barra de Aveiro

Outras Designações / Pesquisas

Castelo da Gafanha / Forte Novo / Forte da Barra de Aveiro / Castelo da Gafanha (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Militar / Forte

Inventário Temático

-

Localization

Divisão Administrativa

Aveiro / Ílhavo / Gafanha da Nazaré

Endereço / Local

Ilha de Mó-do-Meio (extremo O.)
Forte da Barra

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 735/74, DG, I Série, n.º 297, de 21-12-1974 (ver Decreto)

ZEP

Proposta de 12-10-2016 da DRC do Centro
Parecer favorável de 23-09-2016 da CM de Ílhavo
Novo pedido de parecer de 6-07-2016 da DRC do Centro à CM de Ílhavo
Proposta de alteração de 12-07-2013 da CM de Ílhavo
Pedido de parecer de 5-07-2012 da DRC do Centro à CM de Ílhavo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

World Heritage

-

General Description

Nota Histórico-Artistica

A fortaleza que protege a barra da Ria de Aveiro foi edificada no século XVII, no período pós-Restauração. Depois de 1640, a necessidade de reforçar as fronteiras do reino tornou-se uma prioridade na política da Coroa, pelo que uma das primeiras medidas de D. João IV foi a criação do Conselho de Guerra, que supervisionou uma reestruturação da rede de fortalezas fronteiriças.
Na zona de Aveiro, foi edificado um forte na ilha da Mó do Meio, na Gafanha da Nazaré, que originalmente apresentava uma planimetria abaluartada, da qual subsiste uma cortina entre dois baluartes.
Em meados do século XIX, a fortaleza perdia importância defensiva e estratégica, sendo desactivada das suas funções militares. Até aos finais da centúria ainda serviu de local de orientação para a entrada de barcos na Barra da Aveiro, perdendo essa função em 1983 com a construção do Farol da Barra.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Images

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal - Aveiro, Beja, Coimbra, Évora, Leiria, Portalegre, Porto e Santarém

Local

Lisboa

Data

2000

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Do rigor teórico à urgência prática: a arquitectura militar, História da Arte em Portugal, vol. 8

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

MOREIRA, Rafael