Skip Navigation

Forte de São Pedro - detalhe

Designação

Designação

Forte de São Pedro

Outras Designações / Pesquisas

Forte da Poça / Forte de São Pedro / Forte da Poça(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Militar / Forte

Inventário Temático

-

Localization

Divisão Administrativa

Lisboa / Cascais / Cascais e Estoril

Endereço / Local

-- -
São Pedro do Estoril

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)
Edital de 13-05-1974 da CM de Cascais
Despacho de homologação de 9-04-1974 do Secretário de Estado da Instrução e Cultura
Parecer de 5-04-1974 da 4.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE a propor a classificação como IIP

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

World Heritage

-

General Description

Nota Histórico-Artistica

Situado na praia da Poça, o Forte de São Pedro fazia parte do conjunto de fortalezas joaninas edificadas entre 1642 e 1648, cuja disposição visava formar uma linha defensiva entre São Julião da Barra e o Cabo da Roca. Segundo indica uma inscrição colocada no portal da fortaleza, a sua construção iniciou-se em Abril de 1642, concluindo-se no ano seguinte (BARROS, BOIÇA, RAMALHO, 2001, p. 107).
Actualmente, a estrutura do Forte de São Pedro encontra-se adulterada, mas através da planta executada por Mateus do Couto em 1693, pode ser reconstituída a planimetria original. Na realidade, esta fortaleza apresentava uma disposição em tudo semelhante à fortificação de São Teodósio, embora as dimensões sejam "ligeiramente superiores" (Idem, ibidem, p. 108).
De planimetria rectangular, o corpo principal da fortaleza albergava os alojamentos, dispostos em torno de um pátio, cobertos por um terraço. No espaço contíguo dispunha-se a bateria do forte, de estrutura "rasante, alongada". O conjunto era rodeado por um parapeito exterior de formato irregular, que formava uma primeira barreira defensiva.
Depois da sua desactivação, no século XIX, o Forte de São Pedro passou por diversas tutelas, que em diferentes épocas deram distintas utilizações ao espaço. Em 1954 foi transformado em Casa de Chá, e a partir de 1957 foi arrendado a uma particular, passando a albergar um restaurante, o que levou a "múltiplas transformações e acrescentos" da estrutura (Idem, ibidem, p. 112). Actualmente, funciona como discoteca.
Catarina Oliveira
GIF/IPPAR/2006

Images

Bibliografia

Título

As fortificações marítimas da costa de Cascais

Local

Lisboa

Data

2001

Autor(es)

RAMALHO, Maria Margarida Marques, BARROS, Maria de Fátima Rombouts, BOIÇA, Joaquim Manuel Ferreira