Skip Navigation

Ruínas da igreja de Ansiães - detalhe

Designação

Designação

Ruínas da igreja de Ansiães

Outras Designações / Pesquisas

Igreja de São Salvador de Ansiães / Igreja Paroquial de Ansiães / Igreja de São Salvador (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localization

Divisão Administrativa

Bragança / Carrazeda de Ansiães / Lavandeira, Beira Grande e Selores

Endereço / Local

Largo do Castelo de Ansiães
Ansiães

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 14 985, DG, I Série, n.º 28, de 3-02-1928 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

World Heritage

-

General Description

Nota Histórico-Artistica

São Salvador de Ansiães é uma das mais interessantes igrejas românicas portuguesas, não obstante a localização geográfica algo marginal em que se implanta. A real relevância da própria vila velha de Ansiães também tem vindo a ser reavaliada, à luz de campanhas arqueológicas efectuadas no local.
O templo é planimetricamente modesto, compondo-se de nave única e capela-mor rectangular, mais estreita e baixa que o corpo. Mas adquire efectiva importância quando se analisam os programas escultóricos que ornamentam os seus portais, realizações que conferem ao monumento um estatuto cimeiro na arte românica nacional.
O principal motivo de interesse é o portal principal, cronologicamente a última peça do conjunto a ser concluída, presumivelmente nos inícios do século XIII. Tivemos já oportunidade de efectuar uma leitura integrada do seu programa iconográfico (FERNANDES, 2001), concluindo por uma visão da Ordem universal para o homem românico: o mundo terrestre, simbolizado por representações grotescas e felinas, ocupa a arquivolta exterior, separando-se do campo celestial por uma arquivolta sem decoração, verdadeira separação entre o Bem e o Mal; as mais próximas do tímpano, foram reservadas a temas vinculados à Cristandade triunfante, com uma representação do Apostolado, ficando o tímpano reservado ao Pantocrator, Cristo juiz ladeado pelos Evangelistas, imagem mais efectiva da simbologia românica, que ornamenta um importante conjunto de igrejas europeias, mas que em Portugal se resume a quatro exemplos.
Mais antigos são os portais laterais, em particular o do lado Norte, mais sumariamente trabalhado. O meridional integra uma interessante solução de beak-heads, elemento de tradição inglesa. A primeira fase das obras, que supomos ter acontecido ainda na primeira metade do século XII, encontra-se testemunhada no arco triunfal, cuja tendência geometrizante dos seus elementos decorativos tem analogias estilísticas evidentes na Sé de Braga e, principalmente, na igreja de São Cláudio de Nogueira.
Na Baixa Idade Média, adossou-se à frontaria a capela funerária da família Sampaio, senhores da vila durante as décadas finais da 1ª Dinastia. É um espaço quadrangular, hoje arruinado, que carece de um estudo mais rigoroso.
PAF

Images

Bibliografia

Título

História da Arte em Portugal - O Românico

Local

Lisboa

Data

2001

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de

Título

Intervenção Arqueológica na Vila Medieval de Ansiães

Local

-

Data

-

Autor(es)

SOARES, Nuno Miguel de Sousa Ribeiro, PEREIRA, António Luís

Título

O mundo românico (séculos XI-XIII), História da Arte Portuguesa, vol.1, Lisboa, Círculo de Leitores, 1995, pp.180-331

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

RODRIGUES, Jorge

Título

A igreja românica de São Salvador de Ansiães, Brigantia, vol. XXI, nº1/2, pp.31-51

Local

Bragança

Data

2001

Autor(es)

FERNANDES, Paulo Almeida

Título

Carrazeda de Ansiães: património artístico

Local

Mirandela

Data

1996

Autor(es)

LOPES, Roger Teixeira

Título

História da Arte em Portugal, vol. 3 (o Românico)

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de

Título

Carrazeda de Ansiães e seu termo: esboço e subsídios para uma monografia

Local

Carrazeda de Ansiães

Data

1980

Autor(es)

AGUILAR, José