Skip Navigation

Exhibitions Até 31 de janeiro

Em Memória de Gäetan Lampo Martins de Oliveira. Uma doação de Eduardo Ferreira Massano

Estará patente até 31 de janeiro, no Museu Nacional de Arte Antiga (Piso 0/Átrio 9 de Abril), a exposição Em Memória de Gaëtan Lampo Martins de Oliveira. Uma doação de Eduardo Ferreira Massano.

O lote de cinco peças foi doado ao MNAA por Eduardo Ferreira Massano, durante este ano, em cumprimento da vontade e da memória de Gaëtan Lampo Martins de Oliveira (1944-2019), uma das principais figuras das artes plásticas em Portugal. As obras que agora se exibem ao público incluem a pintura a óleo sobre tela, Paisagem com Cavaleiros, de Philips Wouwerman (1619-1668), um quadro que irá complementar a representação deste pintor paisagista holandês nas coleções nacionais, e também o desenho a pena sobre papel, Apontamento arquitetónico com fonte, atribuído a Giuseppe Galli Bibiena (1696-1757), um importante reforço ao núcleo de desenhos na coleção do MNAA. Além da pintura e do desenho, também a escultura faz parte desta generosa doação através das peças O Arcanjo São Miguel e o Busto de Anjo, duas esculturas em madeira ligadas às oficinas do Norte da Europa que marcaram a história da escultura em Portugal no século XVI. Por último, há também a Flagelação de Cristo, um notável grupo escultórico em bronze, a partir do modelo do italiano Alessandro Algardi (1598-1654), uma obra do primeiro Barroco romano a juntar-se ao conjunto de esculturas europeias do MNAA.

Sobre Gaëtan Lampo Martins de Oliveira (1944-2019) 

Gaëtan Lampo Martins de Oliveira nasceu em Luanda em 1944. Ao longo da sua carreira realizou várias exposições individuais e coletivas, em Portugal e no estrangeiro, estando a sua obra representada nos grandes museus nacionais.

A plástica de Gaëtan, dominada pelo desenho, desde o início do seu percurso artístico em que utilizou o papel como material de modelação, partiu da observação direta de rostos, corpos e objetos até centrar-se no retrato e na autorrepresentação. Teatro de gestos, os rostos – os seus rostos - feitos a traços rápidos, violentos, subtis e impercetíveis, desenham-se para ocultar a morte, como em cada uma das linhas
procuradas nas obras que colecionou.

Visite o MNAA em segurança – CLEAN & SAFE

Os Museus, Palácios e Monumentos nacionais tutelados pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), onde se inclui o Museu Nacional de Arte Antiga,associaram-se à campanha do Turismo de Portugal com a atribuição do selo “Clean & Safe” que certifica o cumprimento de todos os requisitos definidos pela Direção-Geral de Saúde.

COVID-19 | REGRAS PARA VISITAR O MUSEU EM SEGURANÇA

. Use sempre a máscara;

. Desinfete as mãos no início e no fim da visita;

. Ao caminhar, mantenha uma distância de 2 metros das outras pessoas;

. Família/pessoas coabitantes podem fazer a visita em conjunto (máximo de 5 pessoas);

. Evite tocar nas várias superfícies;

. Evite formar grupos;

. Siga as orientações que sejam dadas pelos funcionários.

Outras informações importantes

. Desinfetante de mãos de base alcoólica disponível nas entradas, no acesso às salas de

exposição, loja e restaurante;

. Cadeira de rodas disponível na entrada (higienizada após cada utilização).

Acesso às Salas de Exposição

O acesso ao Museu está atualmente condicionado à capacidade do espaço:

- Rácio de 1 pessoa por cada 20m2;

- Distanciamento de 2 metros entre pessoas não coabitantes.

O MNAA e o seu restaurante respeitam todas as orientações e regras de higienização e prevenção previstas pela DGS - Direção Geral de Saúde.

As condições de visita poderão ser alteradas em qualquer momento mediante novas orientações governamentais.

Organization:
MNAA/DGPC
Local:
Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa